terça-feira, 29 de julho de 2008

Os padres e as chouriças...capitulo terceiro...









Há algum tempo atrás, sem querer encontrei numa gaveta duas chouriças dentro de um saco…bem aquilo já não eram chouriças nem nada… nem o gato as quis cheirar…depois fui ver umas que tinha mas que estavam dentro de um pacote e reparei que estavam boas…e lembrei-me e isto fez-me pensar…
Ás vezes nós somos mesmo como as chouriças…se nos metem na gaveta e se esquecem de nós, como nos abanamos muito ficamos “rançosos” e acabamos como as chouriças, por outro lado se estivermos dentro de um pacote com marca registada e dentro da validade e tudo duramos mais tempo sem chegarmos ao ponto do “ranço”…
É verdade que nem sempre se devem juntar duas chouriças, porque elas pegam o ranço umas ás outras…e no mesmo pacote, o melhor é colocar uma só…porque pode haver chouriças que dão cabo do pacote…a questão é só de haver muitos pacotes…
Há claro e depois temos de saber que algumas chouriças são inocentes…faz lembrar aquele senhor de óculos (com lentes do fundo de uma garrafa…daquelas garrafas verdes e espessas), ele estava a contar com o ovo no cú da galinha…esperou…esperou…preparou até o terreno onde a galinha iria pôr o ovo, mas só depois de tanto esperar, de tanto esperar e o ovo nunca mais aparecia, é que ele foi meter o dedo no cú da galinha para facilitar a operação, e não é que descobre que a galinha era um galo (Há q’galo…) Assim também algumas chouriças inocentes, têm cheiro a ranço, a gente olha para elas e vê o ranço, mas não elas estão inocentes não têm nada a ver com o ranço…afinal o problema deve ser do pacote…sim porque hoje em dia há pacotes para tudo…por isso é que o outro diz: “ Epá! Tem cuidado com a prateleira se não ainda estragas o pacote!”…
A mim também me querem meter num pacote…não sei se é pelo cheiro a ranço…ou se foi alguma chouriça inocente…mas de uma coisa podem ter certeza…o meu pacote vai ficar intacto…agora sei de outros que já lhe comeram o pacote a chouriça e tudo.
Os padres e as chouriças são parecidos…as chouriças que vêm no pacote duram mais tempo…e os padres acabam sempre empacotados…mas afinal, porque o pacote? Sera que ainda vamos parar ao festival das chouriças, na Feira Gastronomica da Camara Municipal??? Ai o pacote....Ou será que o pacote já vem com defeito de fabrico??? Se calhar era bom que a ASAE ( se é que tb deveria haver uma Asae para isto, tipo Autoridade Só de Associados Eclesi...)fosse ver bem como é que estes pacotes são feitos e quem é a entidade que os fabrica. Podia ser que esta autoridade ainda obrigasse a que a entidade tivesse auxiliar, porque tantos pacotes só pra um é obra...

5 comentários:

Confuso disse...

Li e reli o texto mas, sem intodução e conclusão estou com uma certa dificuldade em compreender a mensagem. De qualquer modo, deve ser algo que lhe vai na alma e no coração.Um abraço

simples peregrino disse...

desculpa lá ó confuso...mas se achas que o texto não tem introdução e conclusão...estás mais confundido que eu...lá que não percebas a mensagem acredito...mas só alguns a perceberão..."porque vêm sem ver e ouvem sem ouvir nem entender"...

Maria João disse...

Temos um bom remédio: seguir o exemplo de Jesus e de Maria.

Ok, ok... Sei que nem sempre é fácil... Mas, é possível. Isso é que interessa.


beijos em Cristo e Maria

Maria João disse...

Vou uma semana em missão para junto dos sem-abrigo. Reza por nós e por todos os missionários.

beijos em Cristo e Maria

Anônimo disse...

Hello trata-se a 2ª vez que encontrei o teu espaço online e gostei tanto!Bom Trabalho!
Adeus