sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Até logo...

Aqui há cerca de sete anos, na tomada de posse, eu dizia-vos:
O poeta afirma : “ Deus quer, o homem sonha, a obra nasce...!”
-Deus quer que todos os homens se salvem, que um dia todos possam estar na Sua presença, por isso nos diz :” Vinde a Mim!”- é que ninguém pode ser salvo sem ser por Deus e para tal enviou-nos Jesus Cristo.
-O homem sonha com a salvação...
O homem vive e idealiza as suas metas e os seus ideais, esses ideais ajudam a dar verdadeiro sentido à vida, à salvação...
-A obra nasce
A obra que surgirá é o fruto da vontade de Deus com os ideais do homem, se nós quisermos a vontade de Deus...
Deus assim quer, que o homem não tenha medo de sonhar e a obra surgirá...
Hoje ao terminar este ciclo de sete anos convosco quero contar-vos a história que mais me marcou e a primeira que contei, por que me ajudou a ver que Deus quer sempre…sonhar é essencial e a obra que irá surgir não é a nossa mas a de Jesus Cristo. Somos convidados a descobrir cada vez mais aquilo que é essencial para a nossa caminhada, aquilo que é mais importante.

Alguém contava que Um dia, um dos maiores professores da Universidade, candidato ao Prémio Nobel da Paz, famoso em todo o mundo, chegou às margens de um lago. Pediu ao pescador que o levasse a dar um passeio na sua barca. O homem aceitou. E quando já estavam longe das margens do lago, o sábio professor começou a interrogar o pescador:
-Sabes História ?
-Não, História não sei.
-Então um quarto da tua vida está perdido.
E o pescador continuava a remar para passear o professor. O professor pergunta:
-Sabes Matemática ?
-Não, Matemática também não sei.
-Então dois quartos da tua vida estão perdidos.
E o pescador ia continuando a remar...
-Sabes Ciências ?
-Não, também não sei.
-Então três quartos da tua vida estão perdidos.
Já em alto mar, levantou-se uma tempestade. O barco começou a baloiçar. Um vendaval muito forte. Gritando, o pescador perguntou ao professor:
-Sabe nadar ?
-Não.
-Então, toda a sua vida está perdida.”

É um dever nosso e uma obrigação de todos, tentar descobrir o que é essencial e o mais importante só pode ser J.C.


Obrigado pelo que me ensinaram...parto muito mais rico...

P.S. Meus amigos estas coisas são coisas da vida...o facto de ter de partir faz parte e que a minha partida seja para que outros sejam ainda mais felizes...alguém dizia:" Se tens de partir, parte e não olhes para trás. Porque podes ver os amigos a chorar, e vais querer ficar; e podes ver os inimogos a sorrir e ficas envergonhado."
"Parto sem saber
Sem saber se sou capaz
Deixo tudo para trás
E vou p'ra longe..."

...e para ja este cantinho encerra aqui também um ciclo...Despedida? Não sei...para já é um até logo...

14 comentários:

Anônimo disse...

Entre a alegria da chegada e a tristeza da partida, fico com espólio espiritual que vou guardar para sempre.
Sou das pessoas mais inconformadas com a sua saída, porque até hoje ainda não a compreendi. Equipa que ganha não se mexe.Não havia necessidade.Adiante.
Só lhe queria dizer que as suas eucarístias, são do mais intenso a que já assisti em toda a minha vida. Não são só as palavras da homilia, nem a maneira como transporta as leituras e o evangelho para os tempos de hoje actualizando-as, mas sim, a intensidade de sentimentos como o próprio Sr Padre vive a eucaristia e nos transmite essa mesma intensidade.
Agora, por favor,não desista deste cantinho. Tenho pena de o ter descoberto tarde. Deixe ao menos este elo de ligação aos paroquianos que deixa.
Vá de férias que bem merece e volte ao seu cantinho escrevendo COISAS...

Até logo

Ass: MFN

Maria João disse...

Fico à espera, rezando.

beijos em Cristo e Maria

Anônimo disse...

que deus faça voltar o palhaço do bispo atrás, pois o senhor padre foi embora só á dois dias e já se nota um vazio pedimos ao senhor padre que nunca desista do seu cantinho é uma maneira de estar-mos em contacto com a pessoa que sempre nos ajudou, nas horas mais dificeis.
Mais tarde vamos por as fotografias novas para ver da festa.
Muitos beijinhos de todos esta sempre no coração de todos.
responda-nos.

osátiro disse...

Rezemos pelos Católicos da Índia perseguidos e assassinados:

http://www.zenit.org/article-19338?l=portuguese

Anônimo disse...

Desistir NUNCA! Se for necessário remar contra a maré pois rememos.
Rezo por todos vós, principalmente por aqueles a quem o exercício do ministério é mais difícil.

Receba, Padre, um abraço forte e solidário.

Anônimo disse...

Quando escrevi o comentário de cima, ainda não se tinha realizado o almoço da sua despedida.
Porém, depois daquela enchente de gente, ficou bem patente aos olhos de toda a gente, inclusivé, entidades eclesiásticas, que gostamos mesmo de si. Mesmo que o orgulho ou vingança como quisermos chamar-lhe, da parte da Entidade Máxima da nossa Diocese prevaleça, o nosso carinho por Si é muito maior. Isto dá dor de cotovelo a muita gente que não conseguiu fazer tão bem o seu trabalho.Ter próximo de 400 pessoas num almoço de despedida, é obra.
Creio que aqui próximo, isto nunca aconteceria em relação a outros padres.
O pior é a saudade...

Ass: MFN

MFN disse...

"Vem por aqui" - dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,

Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
- Sei que não vou por aí!
...................................
José Régio

Nuno disse...

Hoje os nossos corações estão mais apertados e os nossos olhares mais tristes.
Vamos despedir-nos da pessoa que gostaríamos de ter connosco durante muitos mais anos.
Reconhecemos o seu excelente trabalho e a dedicação com que o realiza. Talvez seja por isso que, estejamos agora um pouco apreensivos, neste momento menos feliz. Começamos a sentir uma sensação de perda e de tristeza.
Resta-nos então, deixar-lhe aqui, o nosso agradecimento por tudo o que fez nesta comunidade:

Pela alegria e inovação que trouxe ás celebrações; Pela maneira sábia como nos transmitiu a PALAVRA de DEUS, realçando que vale realmente a pena sermos cristãos; Pelas palavras sempre oportunas que vinham ao encontro das nossas vidas; Pela sua postura como sacerdote. Muito mais havia para lhe agradecermos mas, as palavras não são suficientes.
Não lhe vamos dizer ADEUS, mas sim, um ATÉ SEMPRE.
Quem sabe se um dia voltará! Estaremos de braços abertos para o receber.

Lembrá-lo-emos sempre com carinho e saudade.

Que O SENHOR o acompanhe e ajude na SUA missão.

O NOSSO BEM-HAJA POR TUDO O QUE DEU DE SI À VILA CHÃ.

Nuno disse...

O meu comentário anterior foi escrito por uma jovem da Vila Chã. Traduz o sentimento de todos nós.
Foi lido, na missa de 30 de Agosto de 2008, (não uso a palavra ultima, porque, acredito que não tenha sido), na nossa capela.
Apenas quero publicar, porque sei que o blog é lido por alguém que pensava, sabe-se lá porquê, que o PADRE SÉRGIO, não tinha amigos.
Mas tem, conforme se provou no almoço.
E não é como ELE disse no Domingo:
"Vocês tiveram, apenas, mais um PADRE e EU ganhei muitos amigos". Nós tivemos e temos, a honra de ter um amigo que é, e sabe ser PADRE.

Como escrevi no livro de honra:
"Apesar de necessário e importante, o almoço de hoje não era essencial.
O essencial foram os últimos sete anos."

Até sempre.
Nuno Pinheiro
Vila Chã

Anônimo disse...

Junto à Cruz de Jesus estava sua Mãe, o discipulo qe Ele amava e mais algumas mulheres... o êxito não é o nosso fim...

Anônimo disse...

Para além de ter encontrado em si um padre que consegui transmitir todo o amor e verdade da palavra de Deus, descobri um amigo...Acredite que me deixa muitas saudades, mas quando se encontra um novo amigo temos que fazer de tudo para não o deixar ´fugir´...

Até logo Amigo Padre Sérgio :)

Cátia Moura

Anônimo disse...

Hoje, gostava de utilizar o Cantinho do SP, para enviar daqui as minhas felicitações ao Sr. D. Manuel Felício. Se o objectivo com a saída do nosso Pároco era esvaziar as igrejas, pois bem, conseguiu. Os bancos vazios foram prova disso.
Também o Evangelho de hoje MT 18,15-20, vem ao encontro do que estamos a atravessar.
A Comunidade de Mateus é de certa forma parecida com a nossa.
Refere-se, especialmente ao modo de proceder com o irmão que errou e provocou conflitos na comunidade. (Cá está o Sr. Bispo a entrar em acção).
A resolução passava pelo encontro pessoal, leal, honesto, sereno, compreensivo e tolerante com o irmão em causa. ( Este encontro existiu na casa do do Sr. Bispo com as nossas comunidades).
Se essa tentativa falhar, a comunidade será então chamada a confrontar o infractor, a recordar-lhe as exigências do caminho cristão...........................

Nem as sagradas escrituras lhe dão razão, Sr. bispo.

Ass: MFN

osátiro disse...

Na Arábia Saudita há 800 mil católicos, mas as igrejas são proibidas e até em casa é perigoso rezar.

Notícias de "ZENIT o Mundo Visto de Roma": "Arábia Saudita: presos quatro cristãos enquanto rezavam em uma casa [19-06-2006]


Preocupação por dois cristãos detidos por sua fé em Riad (Arábia Saudita) [22-06-2005]
Nova onda de detenções


Sete cristãos libertados na Arábia Saudita sob renúncia a praticar sua fé (em particular) [09-06-2005]
Foram maltratados durante sua detenção em Riad


Pedido de ajuda internacional para os cristãos presos na Arábia Saudita [08-06-2005]
Um apelo de seus familiares e amigos


Arcebispo de Lahore pede a liberdade de 40 cristãos encarcerados na Arábia Saudita [18-05-2005]
Pede a seu governo que faça pressão


Papa bate à porta dos países que não têm relações com o Vaticano [12-05-2005]
China, Vietnã, Coréia do Norte e Arábia Saudita


João Paulo II nas primeiras páginas dos jornais árabes [10-04-2005]
Segundo constata o representante papal na Península Arábica


Novo bispo vigário apostólico para a Arábia [21-03-2005]
Dom Paul Hinder substitui Dom Giovanni Bernardo Gremoli


Cardeal Medina Estévez, novo Cardeal Protodiácono [25-02-2005]
Tem a missão de anunciar e o nome do novo pontífice


Arábia Saudita: Polícia religiosa detém um cidadão saudita convertido ao cristianismo [21-12-2004]


Perigo de cárcere para os não-muçulmanos na Arábia Saudita [07-12-2004]
Inexistente reciprocidade de liberdade religiosa com outros países, denuncia o padre Cervellera


Um cristão nos cárceres sauditas por «evangelizar» [26-11-2004]
Após sua libertação, Brian Savio O´Connor compartilha seu testemunho


Libertado cristão indiano condenado na Arábia Saudita por questões de fé [04-11-2004]
Brian Savio O´Connor já se encontra em Bombaim


Apelo pela liberdade do católico indiano condenado na Arábia Saudita [29-10-2004]
10 meses de prisão e 300 chibatadas para Brian Sávio O´Connor


Católico indiano torturado por causa de sua fé pela polícia da Arábia Saudita [02-06-2004]
Acusações contra ele poderão comportar a pena de morte

Anônimo disse...

" Olá, querido irmão...
Acabei de visitar o seu blog. Que alegria ver quantos irmãos estão
investindo na internet para a evangelização. Bendito seja Deus e
parabéns pela iniciativa!

Quero me apresentar, sou a Aline de Oliveira (Lininha). Faço parte da equipe de divulgação da
rádio Beatitudes, vc já conhece (www.radiobeatitudes.com)?

A webrádio Beatitudes é uma radio 24 hs de evangelização no ar, além
de termos uma vasta grade de programação AO VIVO. gostaria de convidar
você para conhecer, vale a pena :)
E olha que legal: vc pode incrementar seu blog colocando o player da
rádio pra tocar nele... legal né? to passando pra vc o link para vc
ver como faz, se for de seu interesse.
http://www.radiobeatitudes.com/beatitudesnoblog.htm

é isso aí... Deus abençoe esta sua missão de evangelizar na internet,
viu????
Obrigada pelos seus textos e artigos...
Fraternalmente,
Aline de Oliveira
COM DEUS ATÉ O FIM MESMO SEM ENTENDER"